Maria Ivone Vairinho e Poetas Amigos

Outubro 25 2009


A chuva quando cai tem a beleza
Das lágrimas que correm por amor;
É choro, é emoção da Natureza,
Das nuvens, suas taças de licor


Há sonhos que nos traz quando se ouve
Seu som lá no telhado ou na vidraça;
Beleza há na toada que se louve
Qual música que toca e nos enlaça


Não há nenhum poema que descreva
As gotas numa pétala de flor;
E cada, é uma lágrima que leva
À terra, quando cai, o seu amor


A alma se embebeda, se extasia
Ao ver chover nos campos... no caminho...
Embriaguês que chega por magia
Como se em vez de água fosse vinho


A chuva... obra do Céu, da Natureza,
Tem música nas gotas, uma a uma...
Balada que nos dá nessa beleza
Dum dia que nos surge em tons de bruma.


Joaquim Sustelo
(em CAMINHOS DA VIDA)

publicado por tardesdeoutono às 23:40

Outubro 25 2009

Não sei quem sou

E não sei onde me deixei
Vim do ventre da minha mãe
Com os genes dos meus pais
Olho para trás
Para a vida que vivi
Para as vicissitudes que sofri
Para as minhas recordações
Para as experiências que passei
E sinto-me perdida
Sem saber quem sou
E nem onde fiquei!
 
2007-11-21
publicado por milualves às 16:37

Outubro 25 2009

 

 Como eu desejava ter asas e voar.
Ser livre como os pássaros, não ter grilhões que me prendessem à Terra.
 
Brincar nas nuvens brancas como algodão. Ver as estrelas mais de perto. Não me aproximar muito do sol, para não ficar sem asas como Ícaro.
 
Voar até regiões desconhecidas, onde o animal homem ainda não tivesse chegado. Conhecer florestas, as dunas do deserto e as caravanas a caminho do oásis. Os campos, as cidades, as montanhas.
 
Não ter preocupações. Ir para onde quisesse. Não haver horas. Só dias e noites.
 
Não assistir a guerras nem atentados. Não ver populações a morrer de doenças, fome, guerras, inundações, ciclones, tornados e de outras causas.
 
Não querer estar dependente de ninguém. Querer ser eu…só eu…
E continuar a ser eu...
 
De súbito, comecei a ouvir algo estranho, como o roncar de qualquer coisa que não conseguia identificar e vozes a soar muito ao longe...
 
Fui acordada do meu sonho pelas hospedeiras que pediam que todos se conservassem nos seus lugares e que apertassem os cintos.
 
A luz vermelha acendeu e o comandante falou aos microfones…
 
2008-01-28
publicado por milualves às 16:31

Outubro 25 2009

 

Acabou o ano lectivo
E as 5ªs. feiras culturais
Vamos todos de férias
Em Outubro haverá mais.
 
No último dia
Dedicado à poesia
Até o sol brilhou
E nos fez companhia.
 
Não faltaram os poetas
Com toda a sua alegria
Todos estavam felizes
Naquela tarde de poesia
 
Ouviu-se Gedeão, Régio
Craveirinha e Camões
João Villaret e outros
Alegraram nossos corações
 
Houve poesia e canções
E quem fizesse a sua estreia.
Com  “Pesadelo” de Alice Ogando
Terminou aquela 5ª. Feira.
 
2007-07-09
publicado por milualves às 15:24

Outubro 25 2009

Olhei o mar

E não estavas
Olhei as rochas
E não te vi
Olhei o verde dos campos
E não te descobri
Mas quando necessitei de ti
Encontrei-te ao meu lado.
 
 2007-02-26
publicado por milualves às 15:17

Outubro 25 2009

 

 
A felicidade não se vende ao fim da rua,
Onde se promete o céu, as estrelas e o amor.
Quando pensas que a compras, dás a tua…
E perdes a juventude a abrir em flor!
 
Ah! Quem me dera um verso persuasor
De que, embora dura, é salutar a verdade!
Se, convincentes, te oferecem a “felicidade”,
Rejeita o local, a hora e o vendedor…
 
É falso o Éden prometido com maldade.
Enfrenta sóbrio e corajoso a realidade,
Nutrindo sempre pela vida amor profundo!
 
Porque...esse “sol de raios fulgurantes”
Que, generosos, te ofereceram antes,
É a sombra mais negra deste mundo!
 
 
“Menção Honrosa nos III Jogos Florais Irene Lisboa “
Arruda dos Vinhos
publicado por milualves às 15:00
editado por mariaivonevairinho em 20/03/2010 às 03:22

Outubro 25 2009

 

Abriram-se as grades.
Acabaram-se as torturas
e as censuras.
 
Com o fim da guerra
veio a Liberdade e a Democracia.
 
Anda amordaçada
talvez descuidada,
mas Abril está vivo na sua ideologia.
 
Olhemos os países da Lusofonia.
 
Diz-me poeta que a luta não foi vã,
os cravos não podem morrer
no cio da manhã.
 
Quanto injustiçado está a sofrer
o mal combinadode cada parecer?
 
Tu poeta aceita compromisso
“Não à Resignação”
A Ética e a Solidariedade
são a espada
para que o cravo esmorecido
apareça florido
no sorriso de cada irmão!
 
 
Virgínia Branco
2009/04/25
publicado por milualves às 14:41

Este blogue está aberto aos co-autores e Poetas Amigos de Maria Ivone Vairinho
Outubro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
17

20
24

28
30
31


links
pesquisar
 
Tags

11 poemas inéditos de carlos cardoso luí(1)

25 anos app(11)

ada tavares(18)

adriano augusto da costa filho(39)

albertino galvão(11)

albina dias(18)

alfredo martins guedes(2)

ana luísa jesus(4)

ana patacho(3)

anete ferreira(3)

antónio boavida pinheiro(22)

app(5)

armindo fernandes cardoso(3)

bento tiago laneiro(5)

carlos cardoso luís(13)

carlos moreira da silva(2)

carmo vasconcelos(22)

catarina malanho semedo(2)

cecília rodrigues(48)

cláudia borges(8)

dia da mãe(8)

dia da mulher(9)

dia do pai(6)

donzília martins(8)

edite gil(68)

elisa claro vicêncio(4)

euclides cavaco(100)

feliciana maria reis(4)

fernando ramos(20)

fernando reis costa(3)

filipe papança(11)

frances de azevedo(2)

gabriel gonçalves(14)

glória marreiros(20)

graça patrão(6)

helena paz(15)

isabel gouveia(3)

jenny lopes(11)

joão baptista coelho(1)

joão coelho dos santos(7)

joao francisco da silva(4)

joaquim carvalho(3)

joaquim evónio(9)

joaquim sustelo(70)

judite da conceição higino(4)

landa machado(1)

liliana josué(45)

lina céu(5)

luis da mota filipe(7)

manuel carreira rocha(4)

margarida silva(2)

maria amélia carvalho e almeida(6)

maria clotilde moreira(3)

maria emília azevedo(5)

maria emília venda(6)

maria fatima mendonça(2)

maria francília pinheiro(3)

maria ivone vairinho(14)

maria jacinta pereira(3)

maria joão brito de sousa(69)

maria josé fraqueza(5)

maria lourdes rosa alves(4)

maria luisa afonso(4)

maria vitória afonso(8)

mário matta e silva(20)

mavilde lobo costa(22)

milu alves(6)

natal(16)

odete nazário(1)

paulo brito e abreu(6)

pinhal dias(9)

rui pais(8)

santos zoio(2)

sao tome(10)

susana custódio(15)

tito olívio(17)

vanda paz(23)

virginia branco(13)

todas as tags

subscrever feeds
blogs SAPO